The extra in the ordinary

By Catarina Guimarães

Raw cinnamon rolls with persimmon jam ~ Rolinhos de canela com geleia de dióspiro (cru)

Leave a comment

20141209-165542.jpg
(Please scroll down for english version)

Hoje vou partilhar uma receita especial e uma pequena citação que me parece ideal para esta época que está mesmo a começar.
Eu adoro citações e afirmações e costumo usá-las diariamente como uma ferramenta para me ajudar a andar centrada e consciente dos meus pensamentos e comportamentos.

Algumas afirmações acompanham-na durante muito tempo e outras vou mudando. Gosto de ir variando para ver o que acontece. Por vezes começo a sentir o ranger de algumas portas interiores que nem sabia que estavam fechadas e que se acabam por abrir de par em par, com esta prática.

A minha citação para hoje é de um dos meus autores de nao-ficção favoritos, o Dr. Wayne W. Dyer:

Quando julgas os outros, não os defines, defines-te a ti mesmo.”

Experimentem e vejam se também ressoa em vós.

20141209-165718.jpg
E agora, a receitinha…

Estes são de longe os rolinhos (ou enrolados) de canela que eu mais gostei na minha vida – crus ou cozidos! Ficaram tão bons que eu até tive dificuldade em acreditar! Deliciosos e tão docinhos!
Nos últimos anos tenho experimentado várias receitas de rolinhos de canela porque aprecio bastante este tipo de doce durante o Natal. Mas nunca tinha tentado uma versão crua.

Andava a brincar com a geleia de dióspiro (caqui) e lembrei-me de usá-la como recheio e acho que foi mesmo a minha melhor decisão deste ano! Tão, mas tãooooooo bom!

Cada vez que dava uma dentada pensava “bem, isto é mesmo doce, vou só comer um rolinho e pronto. Hmmmmm, bom, talvez só mais um.” E pumba! Desapareceram num piscar de olhos!

A melhor parte é que posso deliciar-me à vontade a comer estes bolinhos porque não têm açúcar processado e praticamente não têm gordura porque não usei frutos secos.

Façam um favor a vocês próprios e preparem esta receita para o natal – ou, sei lá, para celebrar a quarta ou quinta-feira, qualquer coisa… Mas façam. A sério!

Esta geleia de dióspiro também pode ser utilizada como qualquer outra geleia – em tostas, torradas, em cima de fruta, iogurtes e por aí fora.
Se vos sobrar recheio, ponham num frasquinho de vidro com tampa e deixem no frigorífico. É muito bom :)

Se ainda não conhecem bem o trigo sarraceno, por favor leiam isto para ficarem com mais informação. É um alimento óptimo para o inverno e não tem nada a ver com o trigo.
E não se esqueçam de comprar tâmaras sem xaropes adicionados.

Ingredientes:
(Se possível, biológicos)
Para a massa
2/3 cup/chávena de trigo sarraceno cru
2/3 cup/chávena de tâmaras
1 colher de sopa de canela em pó
Para a geleia do recheio
2 dióspiros (caqui) grandes e muito maduros
2/3 cup/chávena de tâmaras
1 colher de sopa de canela em pó
1 colher de chá de baunilha em pó

20141209-165644.jpg
Instruções:
~ Deixar o trigo sarraceno de molho durante a noite anterior ou no mínimo durante 20 minutos. Este passo é muito importante e não pode ser ignorado. Por favor leiam isto se precisarem de mais informação sobre demolhar.
Lavar muito bem o trigo sarraceno até deixar de sair sujidade ou “ranhoca” e deixar secar completamente. Eu costumo deixá-lo em cima de um pano de cozinha perto da janela aberta e seca em 1 ou 2 horas. Se tiverem um desidratador, podem secá-lo aí.

~ Entretanto ponham as tâmaras de molho durante alguns minutos até ficarem moles e retirem os caroços.

~ Num processador de comida triturem o trigo sarraceno já seco até ficar uma farinha.
Adicionar os restantes ingredientes para a massa e triturar tudo muito bem.

~ Retirar a massa do processador e fazer uma bola com as mãos. Colocar essa bola em cima de papel vegetal e esticar a massa usando as mãos ou um rolo. A massa tem que ficar bem esticada e em forma de um rectângulo uniforme. Tenham cuidado para não ficar fina demais porque senão pode romper e fazer buracos.
Tapar o rectângulo de massa com mais papel vegetal e deixar no frigorífico durante 1 hora.

~ Entretanto fazemos a geleia para o recheio.
Depois de retirar as folhas do dióspiro, triturem-no juntamente com os outros ingredientes para o recheio num processador de comida. O ideal é ficar com uma textura parecida com a da marmelada.

~ Retirar a massa do frigorífico e barrar com a geleia de dióspiro, generosamente e de modo uniforme, cobrindo todo o rectângulo.
Levantar ligeiramente um dos lados mais compridos do rectângulo e ir enrolando, muito devagarinho e com cuidado, até ficarem com um rolo tipo torta. Cortar o rolo em fatias do tamanho que desejarem.
Colocar as fatias num prato e deixar ficar no frigorífico durante 1 ou 2 horas para enrijecer ligeiramente.
E está pronto para ser devorado!

20141209-165629.jpg
English:

Today I’m sharing a special recipe and also a little quote that seems to fit so well in this season that is upon us. I love quotes and affirmations and use them daily as a tool to help me stay grounded and mindfull of my thoughts and behavior.

Some affirmations stay with me for a long time but others I change quite often. I like trying new ones to see what happens. Sometimes amazing doors I didn’t know were closed inside of me start to creak very softly and end up wide open with this practice.

My quote for today is from one of my favorite non-fiction authors, Dr Wayne W. Dyer:

When you judge another, you do not define them, you define yourself.

Try it and see if it resonates with you as well.

20141212-220816.jpg
And now the recipe…

This are by far my favorite cinnamon rolls ever – raw or baked! They turned out so good I couldn’t believe it! So delicious and so sweet!

The last few years I’ve tried different recipes for baked cinnamon rolls because I really enjoy having them during the Holidays. But I had never tried a raw version before.

I was playing around with the persimmon jam and decided to incorporate it in the rolls and it was my best decision of this year! Oh yeah! Sooooo good!

Everytime I took a bite I thought “wow, this is really sweet, I’m just having one roll and that’s it. Hmmmmmm, maybe just another one….” And boom! They were gone in a blink of an eye!

The best part is I can indulge and eat as many as I want because they have zero processed sugar and it’s super low in fat, with no nuts!

Do yourself a favor and make this for the holidays – or, you know, just to celebrate wednesday or thursday, whatever… Just do it. Seriously!

And the persimmon jam can also be used just like any other jam – on toast, crackers, fruit, yogurts and so on. If you get some leftover just put it in a closed glass jar in the fridge. It’s really good :)

If you’re not familiar with buckwheat, please read this for more info. It’s a wonderful food for the winter and has nothing to do with wheat. And make sure you buy dates without added syrups.

Ingredients:
(Organic if possible)
For the dough
2/3 cups of raw buckwheat groats
2/3 cup of dates
1 tablespoon of cinnamom powder
For the jam filling
2/3 cup of dates
2 big and very ripe persimmons
1 tablespoon of cinnamon powder
1 teaspoon of vanilla powder

20141209-165744.jpg
Directions:
~ Soak the buckwheat overnight or at least for 20 minutes. This is a very important step and can’t be ignored. If you want to learn more about soaking please read this.
Rinse and wash the buckwheat very well using clean water until it no longer releases dirt or goo. Let it dry completely on a kitchen cloth by the window or using a dehydrator.

~ Meanwhile soak the dates for a few minutes until they get soft and de-seed them.

~ When the buckwheat is completely dry, blend it in a food processor until it gets a flour like consistency.

~ Add the remaining ingredients for the dough and blend everything together.

~ Take the dough out of the processor and make a large ball using your hands.
Place the ball on some parchment paper and spread it using your hands or a kitchen roll.
You must spread it evenly, making a rectangular shape. Make sure it’s not too thin or it could brake.

~ Cover the rectangle with more parchment paper and leave it in the fridge for about 1 hour.

~ Meanwhile, let’s take care of the persimmon jam.
De-stem the persimmon and blend it with the remaining ingredients for the filling in a food processor or blender.
It’s ready when it achieves the consistency of marmelade.

~ Take the dough out of the fridge.
Use a knife and spread the jam on top the whole rectangle, generously and evenly.

~ Now slowly and carefully lift one of the larger sides of the rectangle and roll it all the way. You’ll get a long roll and now you can slice it as you wish.
Place the slices on a plate and leave it on the fridge for 1 or 2 hours.
And it’s ready to be devoured!

20141212-232714.jpg

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s