The extra in the ordinary

By Catarina Guimarães

My morning Kundalini Yoga Frogs ~ Os meus sapos matinais de Kundalini Yôga

Leave a comment

20150213-030615.jpg
(PLEASE SCROLL DOWN FOR ENGLISH VERSION)

Acho que já tinha mencionado que pratico ashtanga vinyasa yôga desde há um par de anos, mas a minha primeira introdução ao yôga foi através do kundalini há mais de dez anos. Nessa altura nem sequer sabia como é que se chamava e acredito que não tenha acontecido na altura certa porque não ressoou comigo e achei que não seria a prática ideal.

Mas, na verdade, há algumas meditações e kriyas (exercícios) do kundalini que me dizem bastante ainda hoje. Ou, provavelmente, mais ainda hoje do que em qualquer outra altura.

Na outra semana andava aqui em casa a dar uma volta em livros antigos dos quais me queria descartar e encontrei o meu primeiro livro de yôga que é exactamente um livro de kundalini para mulheres. E houve qualquer coisa que me chamou a atenção e me fez abrir o livro, obrigando-me a relê-lo. E desde então tenho vindo a redescobrir o kundalini de um modo muito autodidacta mas bastante divertido!

Tenho andado a practicar o kryia do “sapo” (frog kryia) numa tentativa de energizar o início de cada dia porque, tal como já tinha confessado aqui, não sou uma pessoa nada dada a manhãs.

Este kryia demora só um minutinho a fazer e é óptimo para acordar, especialmente naquelas manhãs geladas, porque dá-me imensa energia num instante, põe o sangue a bombar pelo corpo todo, a minha temperatura sobe rapidamente e até me consegue deixar a suar ligeiramente.

Este exercício é óptimo para os chakras 1 e 2, que por acaso eu tenho vindo a trabalhar nos últimos tempos. Quando trabalhamos com os portais de energia que são os chakras, é aconselhado começarmos pelos de baixo porque são os que estão ligados às nossas necessidades básicas e físicas de sobrevivência, assim como à nossa capacidade de criar e de nos ligarmos à terra e ao corpo. E isso é fundamental para conseguirmos aceitar e lidar com o que a vida nos presenteia, aqui e agora.

O kriya do sapo ajuda a aumentar o fluxo de energia e força vital, ajuda equilibrar o sistema hormonal, tonifica as pernas e a bunda e é óptimo para o coração e a circulação sanguínea. Para além disso, sempre ouvi dizer que tudo o que nos ponha a cabeça virada para baixo, previne as rugas! ;)

É muito fácil de executar, mas achei melhor juntar aqui um vídeo para explicar tudo certinho. Como ainda não tive oportunidade de gravar nenhum vídeo, partilho um que encontrei na internet e que é bastante bom. É em inglês mas mesmo que não entendam a língua, vão ficar a perceber porque dá para ver bem a posição do corpo na demonstração física, logo após uma pequena introdução.

Mas, como disse, é bastante fácil:
~ Pôr o corpo em posição de agachamento e levantar os pés para que só os dedos toquem no chão. Os calcanhares ficam colados um ao outro. Abrir os joelhos para fora o mais possível. Tentar esticar a coluna o mais possível e pousar as mãos em frente dos pés, tocando no chão com os dedos.

~ inspirar e levantar as ancas na direcção do tecto, esticando bem as pernas. A cabeça desde em direcção às pernas e só tocamos no chão com os dedos dos pés e mãos.

~ expirar e baixar as ancas e retomar a primeira posição, mantendo as costas bem direitas e olhando para a frente. Os dedos sempre a tocar no chão.

~ Repetir 26 vezes, o mais depressa possível, mas sempre controlando bem a respiração e os movimentos.

Costumo praticar com o estômago vazio, ainda de pijama, logo a seguir a ir à casa de banho. Quando acabo os sapos começo então a tomar a minha bebida detox matinal enquanto me visto e preparo para o resto do dia.

Se ressoar convosco, experimentem.
Se forem como eu e tiverem problemas em ser consistente, lembrem-se que 21 dias é o período mínimo de tempo para criar um novo hábito mas se queremos experienciar uma mudança profunda e duradoura convém praticar durante 40 dias.

20150213-030615.jpg
ENGLISH:

I think I’ve mentioned here I’ve been practising ashtanga vinyasa yoga for the past couple of years, but my first introduction to yoga was through kundalini yoga more than ten years ago. I didn’t even know what kind of yoga it was back then and I’m sure it wasn’t the right timing at all because It didn’t resonate with me and I didn’t feel it was the right type of practice for me.

But the truth is, some kundalini meditations and kriyas (exercises) really speak to me at a very deep level even today. Or maybe even more today then ever before.

The other week I was at home going through some old books I wanted to let go of and I found my first yoga book which is a kundalini yoga book for women. And something just felt right and I picked it up, started reading it and since then I’ve been redescovering kundalini on my own and I’ve been having some fun with it!

I’ve been practising the frog kriya in an attemp to energize the start of my days, because I’m really not a morning person at all, as I’ve confessed in this previous post.

This kriya only takes about 1 minute to do and it’s great to wake me up specially on those freezing mornings because it gives me a lot of energy very quickly, gets my blood pumping through my whole body, my temperature goes up really fast and it can even make me sweat a little bit.

This pose is great for the first and second chakras, which I’ve been working on as of late. When working with the energy portals that are the chakras we should start from the bottom up because the first and second chakras deal with our basic and physical needs for survival and also our ability to be creative and grounded in our body, connected to the earth. And that is essential to embrace life and make the most of what is presented to us right here, right now.

The frog kriya helps us to increase our energy flow and life force, helps balance the hormonal system, tones the legs and butt, and it’s great for the heart and circulation. Plus, I’ve always heard that getting your head upside down keeps the wrinkles away! ;)

It’s super easy to do, but I thought it would be best to add a video explaining everything. I didn’t get the chance to shoot my own video but I found this really nice one online that you can check out if you have any doubts about how to do this exercise.

But, like I said, it’s very easy:
~ Squat down on your feet with only your toes touching the floor. The heels touch each other and you must try to open your knees to the sides as much as possible. Keep your back as straight as possible and place your hands in front of your feet, touching the floor with the tip of your fingers.

~ inhale and lift up your hips towards the ceiling, stretching your legs and bringing your face down in the direction of your legs. Only your fingers and toes touch the floor at all times.

~ exhale and bring your hips down, to the previous position and face forward. Keep your back straight with the fingers always touching the floor.

~ repeat it as fast as you can for 26 times, always keeping control of your breathing and movement.

I practice this with an empty stomach, still in my pijamas, right after going to the bathroom. When I’m done with the frogs, I have my morning detox drink while I get dressed.

Give it a try if it resonates with you. If you have trouble with consistency like I do, make sure to keep in mind that 21 days is the minimum time it takes for us to develop a new habit but to really experience a deep and long lasting change we should commit to it for at least 40 days.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s