The extra in the ordinary

By Catarina Guimarães

No one else is the source of your happiness ~ Mais ninguém será a fonte da tua felicidade

Leave a comment

catarina-essencia-adraga-9-10-2016-195
(PLEASE SCROLL DOWN FOR ENGLISH VERSION)

Pensei em escrever isto por causa do dia de S. Valentim mas acabei por me esquecer. O dia dos namorados é um dia complicado para muitas pessoas mas para mim é apenas o dia a seguir ao aniversário da minha cachorrinha.

Acho um bocado estranho que as pessoas se sintam obrigadas a ser muito românticas num dia específico marcado no calendário.
E deixa-me tão perplexa perceber que muita gente ainda acredita que precisam de outra pessoa para se sentirem dignas e felizes.

A felicidade não é algo que nos acontece, é algo que existe interiormente e que podemos nutrir em todas as áreas da nossa vida.

Mas se acreditam que precisam de esperar por algum príncipe encantado especial que vos faça verdadeiramente felizes, estão a desperdiçar a vossa vida.

Ninguém nos pode completar porque já somos completos! Sejam felizes agora, independentemente de serem solteiros ou não.

Todas as relações são uma tarefa que nos faz aprender e crescer e todas elas são dignas de serem alimentadas: amigos, vizinhos, professores, alunos, família… Mas dar o poder de decisão sobre a nossa felicidade a algo exterior a nós próprios (fora do nosso controlo) e carregar o peso de viver “incompleto/a” por não ter um parceiro romântico é muito perigoso.

No que toca a dramas românticos, gosto sempre de voltar aos ensinamentos de Um curso em milagres. E ninguém o explica de um modo tão simples como a Gabby Bernstein num dos meus livros preferidos:

“Quando a sua felicidade depende de outro ser humano, está tudo estragado. O ego leva-nos a crer que todo o amor de que precisamos reside numa só pessoa “especial” . É a isto que o Curso chama de “relação amorosa especial” e este tipo de relacionamento difere de todos os outros no sentido em que somos persuadidos de que precisamos desta pessoa para nos sentirmos completos. (…) É impossível que o amor especial resulte mesmo. Não há ninguém que possa ser a sua fonte de felicidade. Mas, se não soubermos onde procurar a verdadeira fonte, nunca cessaremos de a procurar em todo o género de pessoas, na esperança de encontrar a pessoa certa.”

É fácil perceber algo a um nível intelectual mas só nos apercebemos realmente do seu significado quando o sabemos com todo o nosso corpo, com cada célulazinha. Daí sugerir que leiam a citação acima várias vezes, tantas quantas forem necessárias, e deixem que se entranhe em vós.

Uma das melhores ferramentas para lidar com esta necessidade de “encontrar a minha alma gémea para me salvar da minha vida”, que é impulsionada pelo ego e pelo medo, é praticar esta afirmação positiva em frente ao espelho. Experimentem e vejam como se sentem ao fazê-lo. Continuem e insistam e vão ficar maravilhados com os resultados!

(fotos de Lieve Tobback)

catarina-essencia-adraga-9-10-2016-38 ENGLISH:

I felt like writing this because of Valentine’s day but for some reason I forgot about it last week. Valentine’s day is a tough day for a lot of people but to me its just the day after my dog’s birthday.

I think it’s a bit weird how everyone feels the obligation to be very romantic on a specific day on the calendar. And it makes me feel perplexed that so many people still believe that they need someone else to make them worthy and bring them happiness.

Happiness isn’t something that happens to us, it’s something that exists within and we can nurture it in every aspect of our life. If you believe you need to wait for some special prince charming to be truly happy, you’re wasting your life.

No one can make you whole because you already are whole!
Be happy right now, regardless of being single or not.

Every relationship is a task to make us grow and learn and every single one is worth nurturing: friends, neighbours, teachers, students, family… But putting the power of your own happiness on external circumstances that you can’t control and carrying the burden of being “incomplete” because you don’t have a romantic partner, seems very dangerous.

I always like to go back to A Course in Miracles regarding romantic drama or expectation and nobody explains it better than Gabby Bernstein in one of my favorite books:

“When your source of happiness is another human being, you’re totally screwed. The ego convinces you that all the love you need is in one “special” person. This is what the Course calls a “special love relationship.” This kind of relationship isn’t like your other relationships–you come to believe you need this one special person to feel whole. (…) It’s impossible for this special love to actually work. No one can be the source of your happiness. But, if we don’t know where to look for the real source, we’ll never stop looking for it on all kinds of people, hoping to find the right one.”

It’s easy to know something on an intelectual level but it only sinks in when we really know it with our whole body, every little cell of it. So, read the quote above as many times as needed and let it become a part of you.

One of the best tools to work with this fear and ego fueled need to “find my other half to save me from my life” is to practice this positive affirmation in front of the mirror. Try it and see how it feels. Keep going and you’ll be amazed at the results!

(photos by Lieve Tobback)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s